Ilha dos Marinheiros 5º lugar na minha categoria!


A Ilha dos Marinheiros é um lugar bem lindo, eu já havia estado lá pedalando, e soube dessa corrida por uma corredora de Rio Grande ao correr a corrida de revezamento em Pelotas, uma das minhas primeiras. 

Me inscrevi rapidinho quando soube que era no meio do mato, em meio a natureza, mas sabia que não conseguiria a volta inteira a ilha, os 24km. 

Meu objetivo era completar meus 10km em grande estilo, deu certo, mas nem tanto. 
Eu vinha treinando não tão certinho, e como eu disse há alguns posts atrás, é matemático, se não nos esforçamos a contento, nossos resultados não são os esperados. Mesmo tendo baixado um montão meu tempo, eu sempre fico esperando em uma prova que eu vá ir muitooooo bem. Me esqueço seletivamente dos dias que faltei o treino (foram 2 nas últimas semanas), dos que não fui por causa do chuva ou porque tinha me alimentado mal um dia antes e não consegui me esforçar no dia seguinte. Também me esqueço dos inúmeros dias dormindo mal e comendo muito doce. Mas enfim. 

Minha turma e meus amigos recentes da corrida são definitivamente os melhores, eu estava cercada de gente muito legal e ao mesmo tempo super focada para a corrida. 

Comecei mal, deixando o relógio cair no chão, logo no início da prova, uma estradinha meio trilha, chutei sem querer e parei algumas vezes tentando colocar, perdendo um baita tempo,  até decidir correr com ele na mão. Segui o percurso até 5km num ritmo apreensivo de 6'00' e passei a placa seguindo o fluxo, sem ver que era pra dar a volta, então em seguida voltei até a placa mas segui vendo todo mundo passar então voltei mais uma vez até me dar conta que eu estava certa e voltar para o percurso certo. Não corri muito a mais, mas perdi muito tempo, acho que uns 3min , zanzando meio desesperada sem saber onde deveria ir. Como bateu o desespero, tentei acelerar o máximo para alcançar a posição que eu estava, mas vi a moça que estava meio comigo, lá na frente. Segui tentando acelerar até os últimos 2km, já sentindo bastante o calor. Eu havia levado minha mochilinha de hidratação, mas achei de novo meio exagerado para 10km, mas na próxima, azar do goleiro, levo sim, mochilinha e 1000L de água! No km 7 minha cabeça latejava e eu decidi pegar os tais copinhos e tentar tomar sem perder tempo e furando só com um dedo como a minha treinadora tinha me dito. Molhei toda a torcida ao redor e não consegui beber um gole correndo mas deu uma hidratada mesmo assim. Segui até os 8km exausta e vi uma corredora na minha frente que acho que era até minha amiga. Coloquei ela como referência de seguir até os 9,5 e depois apurar. Quando faltavam 500m eu corri, corri tanto já hiperventilando mesmo, sem medo de parecer ridícula, mas notei que estava porque um cara da Hercílio passou e disse, essa acha que vai pra primeiro lugar, mas eu bufava mesmo, mas ia passar aquela linha de chegada dando o meu máximo, sem frear nem diminuir como sempre.

Cruzei e sentei meio atordoada, não estava feliz ao olhar o relógio, mas estava satisfeita de ter dado o sprint no final. Segui meio cabisbaixa até olhar o tempo afixado dos 10km: pódio!!!!!!

Muito feliz e agora me preparando para os novos desafios.

Minha rotina está bem melhor e eu definitivamente decidi diminuir a pança. Chega de doces e cafezinhos na tarde. Meu treino está mais consistente, consciente e eu tenho tentado não faltar de jeito nenhum. Um dia depois da prova eu ainda estava exausta, cheguei desidratada e muito cansada, então a Ju cancelou a aula, mas hoje já fui mesmo no horário do meio dia e estou confiante para as próximas provas. 

`Próximos desafios:
10km na Prova do Laranjal em fevereiro (melhorar meu tempo para 5:30)(de 6:00 para 5:30 será que consigo?)
21km em Abril em Montevideo (completar a prova)












Comentários

Postagens mais visitadas