Casa pequena, grandes progressos

Mudar é uma viagem sem volta, porque uma vez que você adota certos conceitos, tudo se modifica em você, e isso vale para seu tempo, seu ambiente, seus hábitos e resoluções. Parece exagero, mas me sinto mais livre, minha relação com minhas atividades e com tudo parece estar mudando, uma vez que tenho mais tempo  e estou me forçando a perceber muita coisa em mim que não percebia. Por exemplo, eu não preciso de muitos cremes e posso levar dez minutos para me arrumar, desde que não me importe com as combinações de cores. Outra coisa maravilhosa é que com poucas coisas e simplicidade consigo sentar para escrever e defino melhor minhas prioridades. 
Ainda não estou definitivamente na nova casa, hoje espero resolver os trâmites legais e ainda não tenho luz, mas ontem finalmente achei por direito tirar a placa de ALUGA-SE e gritei para o mundo que iria ficar ali. Também recebi um monte de material legal dos amigos pela internet sobre tiny houses e com isso resolvi eu mesma engatinhar nos primeiros reparos de marcenaria e elétrica. Meu namorado me deu um serrote, aliás também havia ganhado dele minha primeira caixa de ferramentas e um torno, meu pedido de aniversário, ele têm me apoiado em todos os detalhes de meus devaneios mesmo estranhando um pouco e isso tem sido muito acolhedor. Os comentários dos amigos em relação ao blog são maravilhosos e me sinto numa sala de visitas com lareira dividindo meus sonhos com amigos próximos e isso torna tudo mais interessante. Seguem as fotos dos primeiros momentos, bons ventos e nos vemos por aqui! 



Estes são todos os meus produtos de beleza, cosméticos e shampoo

Minha televisão improvisado até ligarmos a luz

Por aqui tudo aqui acaba em um foguinho, até na rua: fogão a lenha na varanda

Aproveitando de verdade o tempo livre
Eis minha casa box por enquanto! 
Uma das maravilhas que recebi dos amigos pela internet: um ebook só sobre tiny houses!!!!!







Comentários

Postagens mais visitadas