Meu ANO😎

Mina retrospectiva desse ano vem cheia de aprendizados. 

1. Crescer dói. Mas é uma dor temporária, já que os prazeres efêmeros são bons, mas os duradouros é que trazem paz e alegria plena.
2. Viajar e aproveitar a vida de maneira irresponsável e hedonista com a ajuda dos pais é fácil e bem útil pra mostrar uma vida perfeita nas redes sociais. Mas buscar o controle da própria vida, pagando contas, morando sozinha, buscando o melhor trabalho e indo em busca dos sonhos e projetos mesmo isso significando sacrifícios é bem mais gratificante, mesmo que pareça sem graça, é necessário.
3. Redes sociais são mentirosas, aprenda a não perder tempo com elas, e ignore pessoas supervalorizantes delas, compartilhe fotos, divida com os amigos suas alegrias, mantenha contato com quem interessam mas JAMAIS se deixe surpreender, entristecer, deslumbrar ou enraivecer por mentiras, sim, pois são mentiras, virtuais.
4. Família é tudo. E pronto. Alguns amigos são quase família mas a maioria não. Somente sua família estará quando você nos melhores e piores momentos, e cabe a você cultivar, cuidar e valorizar a sua. 
5. Estar com alguém é maravilhoso e importante, é saudável, é gostoso, mesmo que isso signifique abrir mão de algumas coisas. Sabemos que a gente se vira muito bem sozinho mas é engraçado observar que mesmo quem está sozinho está sempre procurando alguém, seja numa festa ou numa viagem, em busca de um caso, de um amor. Eu escuto muito de várias amigas a frase, eu estou ótima só, mas vejo um grau bem grande de ansiedade nisso, uma busca quase desesperada por alguém, e uma vergonha de admitir que estar bem sozinha não quer dizer que a gente não adore companhia, não adore ter alguém que nos cuide, nos mostre outros caminhos, nos encha de carinho e amor.
6. Trabalhar e se esforçar é o único caminho para o sucesso. Disciplina, foco e determinação são elementos infalíveis e todo, todo o resultado positivo com certeza teve muito suor e mesmo lágrimas por trás, pode ter certeza.
7. Cultivar velhas amizades faz bem, preenche o coração, alegra a vida, assim como conhecer e cultivar novos amigos. Observar também que os amigos que valhem a pena, perdoam erros, te ligam, te procuram e te valorizam, e os que não são pra você não são e pronto, aceite e siga em frente.
8. Ter gratidão e alegria faz a vida mais feliz, simples assim.
9. Ler, ler muito: traz sabedoria para lidar com diferentes situações, traz companhia na solidão, traz entendimento e conforto, traz diversão, risos e te torna uma pessoa melhor.
10. Cuidar da saúde e praticar esportes com disciplina traz benefícios enormes, auto estima, alegria, amizades, bem estar, beleza e SAÚDE.
11. Por muitas vezes o caminho parece tortuoso, mas acreditar que tudo pode se tornar melhor, ter PACIÊNCIA e valorizar todas as pequenas conquistas faz a vida melhor, mais calma e plena.

Sendo o número onze auspicioso, páro por aqui, mas eu poderia me estender muito, o tanto que aprendi, o tanto que aprendemos todo dia, todo ano. 2015 comecei no Uruguai com amigas, em seguida conheci uma pessoa maravilhosa, meu amor ate hoje, com quem aprendo todo dia, a conviver, a melhorar, a me reinventar, a acalmar. Segui o ano inteiro trabalhando com o que amo e acredito, com o YOGA, mesmo sem deixar minha carreira ambiental de lado, passei em um concurso em segundo lugar, sigo esperando ser chamada, sigo em outros concursos, sigo dando aula de biologia. Desanimei sim muitas vezes, adoeci, uma pneumonia, uma labirintite, muitas dúvidas, muitas perdas, transições, noites mal dormidas ou não dormidas, mas muitos recomeços. Muita força, muito riso, a alegria de estar perto da família, de morar na mesma casa por um ano, de ter jardim, ter horta, ter pessegueiro, TER A CHÁCARA DE VOLTA, e minha, no meu nome, muita realização. De ter maravilhosas amigas novas e me aproximar de amigas de infância, Juliana, Juliana, Priscila, Erica, Tati, Cristina, e agora ainda Cintia e Olivia, rever amigos e amigas da escalada, ESCALAR, Remar, o CHARRUA e por último ainda ter saído o livro com o artigo do doutorado.

O ano de 2015 perdi minha companheira, orelhuda, amada, gorda, Roca se foi, 23 de dezembro. Escrever sobre ela será reviver seus bons momentos na praia correndo ou como lutou 3 anos sem andar, mas sempre amiga, carinhosa, treze anos me mostrando seu amor incondicional, sua amizade apesar de qualquer coisa. Um ano depois do adeus do Bili, ela cansou, e eu deixei. Senti seu olhinho suplicando estar ali, sem veterinário, sem clínica, sem internação, sem solidão ou dor. Deitou na grama, cansada de não participar mais como antes das coisas, do charrua puxando sua orelha e dela ficam as melhores lembranças e a alegria de ter vivido sua companhia e seu amor.

Pra 2016 desejo ir com garra atrás dos meus sonhos, desejo viajar mais e vou coroar esta alegria indo pra Bahia esse mês, desejo trabalhar muito, desejo ganhar dinheiro, ter saúde, desejo andar de bicicleta e menos de carro, desejo amar muito, rir muito, escalar muito, desejo desejar muito, mas realizar mais ainda. DESEJO VIVER INTENSAMENTE! Namaste e sucesso a todos nós 🙏🏻😉💕😃🙌🏻😊💜🚴🏼💃🏻🎣🚣🏻☕️🍞😋🌺

Comentários

Postagens mais visitadas