Jogaram Mentos na Geração Coca Cola

Confesso que sou parte da população que passa seus dias sem televisão, concentrada mais na minha própria realidade, sem me atentar a política, religião, caos social. E mais, apesar de lamentar e reclamar, sou daquelas pouco ufanistas, nada partidária e pior, insisto em muitas vezes falar mal do Brasil e dos Brasileiros.

Mas, com um misto de vergonha e orgulho, hoje acordei feliz, esperançosa, crente naquela multidão de branco, confiante na maioria inteligente e corajosa que saiu pra rua pra mudar o páis. Quantos de nós não passamos o dia reclamando da situação caótica da política, do ônibus, da copa? Quantos não decidiram então, pacificamente, em busca de um país melhor?
Muitos. Milhares. Em diversas capitais e cidades.

O meu muito obrigada à todas essas pessoas. Provaram que é possível sim ir atrás do que se quer. De forma tranquila e até intelectual, com consciência e mobilização, a gente faz sim um país. O meu muito obrigada por me ensinarem que somos uma nação especial. Com força, com samba, com alegria e, pasmem, de branco e com flores nas mãos. Onde já se viu isso? Qual nação, qual protesto as pessoas saíram as ruas dessa forma? Das janelas caíam pedaços de papel branco em apoio, palmas, sentimentos, faixas, mãos, abraços e uma maioria da qual me orgulho muito.
Me arrisco a dizer que estou aprendendo aos poucos a ser brasileira. Aprendendo meu valor, meus direitos e meus deveres. Quem sabe não passo de deitada em berço esplêndido para não fugir da luta?
Boa semana a todos e #vaiprarua #ogiganteacordou


Comentários

Postagens mais visitadas