Cotiporã.RS.

Eu vi a manhã pousada numa pedra
Isso não muda a feição da natureza?
Manoel de Barros


...hoje é segunda feira e eu estou feliz de estar aconchegada no meu sofá, pronta para fazer um mate e começar os estudos embalando para a semana pós carnaval que é quando realmente o ano começa, não é mesmo? 
E a semana só começa quando a gente começa a rever as fotos do final de semana e (re)aproveita o lugar e os momentos que passaram.

Cotiporã é uma cidade de um pouco mais de 1000 habitantes perto de Bento Gonçalves (35km) distante 155km da capital Porto Alegre. A Cascata dos Marins é o ponto turístico mais lindo e interessante e conta com algumas vias de escalada de dificuldade média a alta de puro e bonito basalto. Vias de quinto a nono grau, curtas e longas e uma paisagem fresquinha, de sombra e água. Para acampar se pode ir pelo leito do rio mesmo, seguindo uma pequena trilha, bem ao lado da trilha para o setor de escalada (mais informações de como chegar, onde acampar e sobre as vias, você pode ler aqui.)

O final de semana já começou no ônibus, em uma conversa animada com um casal de permacultores da Lituânia. Pude aprender bastante sobre assuntos diversos (vegetarianismo, agricultura orgânica, escalada nos arredores) e ainda me envergonhar com meu inglês que não anda condizente com uma doutoranda, mas o importante é conversar.
Depois de Porto Alegre e São Leopoldo, partimos para Cotiporã com o Bagé a tiracolo. Dias tranquilos de descanso e alguma escalada.

Bóra escalar?
...no caminho
é longe e é calor...como todo lugar para escalar nessa época.
...andando nos trilhos
on the road again
Alessandra na 'caminho do meio' Vsup
embalando nos basaltos
...na reunião, o visual é realmente incrível de uma paz assustadora.
panorâmica por Carlos Eduardo com o que se vê lá de cima
Speachless
Sim, a cascata fica ao fundo das vias de escalada. É realmente maravilhoso estar por lá. Aconselho depois de qualquer semana de trabalho, afazeres, responsabilidades, para escalar ou simplesmente respirar.
el mate


ah, sim, vamos escalar...
nice shot
na trilha fácil, árvore caída e a sombra do mato
Porque contemplar sempre é preciso

...e leve com você, só o que for bom.
Eu já havia contado aqui a história do Bagé, esse curioso animalzinho não identificado que salvamos quando escalávamos em Bagé.  E ele definitivamente nos conquistou e se tornou inseparável.
...de manhã cedinho Bagé pula piando na barraca depois de comer alguns insetinhos e dar o seu rolê
também adora dar um conferes nas mochilas, nas sacolas ou em tudo que se mexe. Nessa viagem ele passeou muito, correu por tudo atrás da gente e pegou muito sol nas pedras. Também foi a primeira vez dele na água, sem medo, catando bichinhos e tudo. Um grande parceiro de viagens, fofo demais.
...também deu pra conhecer a pointer, um murinho coletivo em São Leopoldo. Bem legal a ideia e a estrutura.
amizade e amor se traduz em pequenos olhares e pequenas descobertas. nos mostram mais da vida, nos mostram mais de nós mesmos, nos ensinam a amar, a respeitar, a entender limites e a estendê-los. Alguém acreditaria em uma galinha do mato/jacu tão amigo?
E na beira do fogo se estende o dia, se aproveita o silêncio, o calor, a comida na beira do fogo, as conversas da escalada, o cozinhar simples e o sorriso de bons momentos.
Croqui do lugar. Fonte: Leão Gropo
E para essa semana curta pretendo me curar da gripe para o Carnaval. Pretendia reforçar o aeróbico e o muscular para treinar mais um pouquinho e conseguir aproveitar o feriado, mas vou reforçar é na vitamina C, no gengibre e no repouso. Para hoje uma maratona de filmes leves, para na sexta, pegar a estrada outra vez. Suerte a todos, buena onda, buenas escaladas.

Comentários

guta disse…
saudades de tomar um mate contigo, de Cotiporã, de escalar, e do Bagé que eu nem conheço! que figura! nice shots btw

Postagens mais visitadas