E terminando o ano escalando

Se escalar é bom, passar a semana, o mês, a vida escalando é bom demais. Principalmente pela escalada, mas também simplesmente por viajar, acampar, cozinhar no meio do mato, conversar na beira do fogo tomando vinho e todos aqueles prazeres genuínos totalmente inexistentes na matrix. A vida como ela realmente é, feliz e simples.

Nem preciso dizer que esse ano foi recheado, repleto, relleno de coisas boas. Escalei a tope, mesmo não treinando muito, pude conhecer lugares magníficos e ainda viajar e desfrutar bastante. Foi minha segunda viagem para a Argentina e também pude a cada mês sair de Pelotas e relaxar um pouco.

O final do ano espero que seja um prelúdio para 2012. Somente bons momentos. 

Depois da boa notícia da qualificação saí de férias. Teria uma semana de escalada e depois o Ano Novo no UY.
A região de Bagé, Caçapava e Minas do Camaquã é belíssima e conta com conglomerados de rocha, fácil acesso e ótimo lugar para acampar. Me sinto em casa, apesar de ter ido não mais de 4 ou 5 vezes, mas o carinho pelo Seu Álvaro em Minas, a admiração e curiosidade por Bagé e Caçapava me deixam sempre extremamente motivada e feliz para voltar sempre. Dessa vez me chamou a atenção como minha memória funciona, guardo com detalhes as recordações, conversas e pessoas e com pouca ou nenhuma exatidão as informações importantes, por exemplo: estradas, entradas...meus companheiros de viagem Duda, Felipe e Flô adoraram essa minha capacidade e inteligência, principalmente minha grande aptidão com mapas. Se me der um mapa ao contrário eu posso nem notar a diferença.
Saímos de Pelotas depois de um dia simples de escalada na Pedreira para aquecer. Tempo bom, carro cheio, equipos, comidinhas, água, e até algumas mudinhas de hortelã e manjericão  para reforçar nossa água e nossas refeições.

Pedreira do Monte Bonito, Pelotas, RS, dia quente no único granito do estado.

...fugindo dos butshots.
e esse seria o primeiro dia de escalada
E começam a surgir as pedras no caminho

...e sempre encanta. Paramos o carro na estrada e saímos a explorar os conglomerados ainda inexplorados.

Es mucha cosa.
Via: Melhor Impossível (5º SUP, 50m, 10p) , em Minas do Camaquã, RS

Mateando con nosotros

...nosso amigo de olho no café da manhã. Ao fundo, o Morro da Cruz e suas vias em Minas do Camaquã



...acampar no Seu Álvaro é sempre como estar em casa e os amanheceres são sempre especiais

Flor de tuna

...nosso cão de estimação.

...vista da cidade de Minas do Camaquã, 60km de Caçapava, desde a casa do seu Álvaro num entardecer especial
O Morro da Cruz coberto pelas primeiras luzinhas do dia

...espiando e tentando adivinhar o que é que tem nesse cinema de 1800 e bolinha

...um passeio pela cidade

...duelo de cowboys

Morro da Cruz e o comércio local
Eu e Berê em Caçapava do Sul, RS
Pedra do Segredo, Caçapava do Sul
Caçapava com muito calor
...e depois de alguns dias no mato
Indo para via Viagem Retardada na Pedra do Segredo. 50ºC na sombra e um guarda parque que gostava de conversa
...fascinada diante dessas formações rochosas tão bonitas. Os conglomerados são rocha de origem sedimentar, com tamanho superior a um grão de areia, unidos por um cimento de calcário, óxido de ferro, sílica ou argila. S
São ótimos marcadores da energia do depósito sedimentar  aonde foram formados, pois o tamanho e arredondamento dos clastos variam conforme a energia. Servem de diagnóstico de mudanças bruscas na energia dos ambientes.
Pegamos tempo bom e sol quente todo dia. Mas na última noite em Caçapava ventou muito, muito. E minha barraca foi pelos ares, literalmente.
...eu vindo de segundo na via Viagem Retardada (6C), na Pedra do Segredo, Caçapava do Sul

...o Índio


...e era só dar uma caminhadinha e eu sentia bastante calor

...Vó Tita (5º), uma das únicas na sombra
...indo para algum lugar fazer alguma via...foram tantas que não lembro, mas a rotina boa era: caminhar, descansar do calor (no meu caso), beber 2L de água e escalar um pouquinho

Ao visitarmos o camping do Seu Manoel esse lindo labradorzinho conseguiu comer boa parte do que tinha comível e não comível na minha mochila: papel, comprimidos, esparadrapo, um vidro de iodo...mas era uma fofura!

V ista para o Pico do Morcego, cume com seu totenzinho, Bagé, RS

P1 da Entre o Sol e a Lua, sem sol e um ventinho brando. Luxo.

Nesse mar de pedras, eu sabia que, em algum lugar, estava o caminho de volta, e eu lembrava assim..um pouco

....escalada boa

E no final de tarde ainda podíamos desfrutar um pouco dos boulders ao lado do acampamento
Duda bouldering
Existe cozinha melhor?

Ouvimos um piozinho e fomos ver o que era. Foi só largá-lo no chão que não demorou muito veio uma coruja e comeu ele na minha frente.
...foi então que veio outro..ficou correndo onde eu estava, eles tinham caído do ninho provavelmente e iam ser almoço de coruja. Então não resisti e, contrariando todas as leis da bioconservação peguei e coloquei o bichinho numa caixinha.
...a idéia era ficar só até ele se acalmar. E a gente deu comida, ele dormiu, e até parou de piar, bem tranquilo o Bagé.
Bagé dormindo depois de uma bela refeição de banana e manga



...e depois de uma semana de mato, as pessoas no supermercado olhavam com preocupação e estranhamento

...a tradicional receptividade do Seu Álvaro com Felipe e Flô

...e no cume da Melhor Impossível, se conseguiu descansar da chuva e depois do sol que nos pegou na via

Felipe iniciando a Melhor Impossível, bonita via do Iuberê Machado

Duda iniciando a mesma via e o totem cai não cai

...e de cumes é a feita a vida, eu desfrutando

...criaturas egípcias no Morro da Cruz.

...depois da via, voltar caminhando do Morro da Cruz, eu e Duda

...lindo rio, depois de todo o esforço, é a pedida refrescar-se um pouquinho

...eu e Flô nos adiantamos e fomos pelas pedras

...exterminadores de marimbondos, ativar. Nessa época tem muito, muito marimbondo.

O pontinho vermelho no meio da pedra é o Felipe em sua luta travada com os marimbondos. 2x0 para o Felipe!
...tive que levar o slack para dar uma brincada

...e eu que sempre ficava olhando os meninos se divertirem, dessa vez andei tranquila e feliz, depois de um ano andando em casa nos intervalos dos estudos para a qualificação. Rendeu essa qualificação, viu.

Felipe e seu assado, com tiras de costela e outras iguarias

Seu Álvaro sempre presente nos agraciando com seus causos e sua simpatia

....la chef de la cuisine Florianne
...num dia de sol, nosso café da manhã de frente para as pedras
Duda na Corridos de Bagé, 7a, 50m
Flô na Corridos de Bagé
Duda na Corridos de Bagé à esq. e Felipe na Dez mandamentos, 6c-7a
Duda na Escorpião no pé, 7a/7b
Duda na Escorpião no pé
Em Caçapava ficamos na Estância do S. Paulo, por contato com o Seu Juraci, que amigavelmente nos recebe sempre, ele é amigo do Berê. O lugar é lindo e fica de frente para a Pedra do Índio. É sempre bom ligar antes, levar um presente ou acertar alguma diária.
Duda iniciando a via Viagem Retardada na Pedra do Segredo, na caverninha do início que requer uma certa força de vontade




Duda na Mi Robaram (7b), na Pedra do Leão com passadas muito bonitas e um pouco negativas
No museu do S.Manoel este freio oito peso pena
O Duda com o cordeirinho guacho logo de manhã. De manhã cedo na fazenda tinha esse ar especial

Seu Juraci encilhava o pingo logo cedinho. Não tirava o sombrero nunca, se protegendo do sol, e no final de tarde sempre nos acompanhava com um mate, nos saludava cedo, e ia dormir para acordar no outro dia com as galinhas.

Wilsons em mais um dia de viagem
...e era esparadrapo para tudo quanto é lado. O conglomerado não é abrasivo, mas eu conseguia me machucar até caminhando no mato, prendia a mão em tudo e também escalando. Nessa época também tem que se cuidar com escorpiões e outros insetos. Vimos alguns mas saímos ilesos, tks God.
Sempre nessas escaladas, não faltam momentos de contemplação e aquela imensa alegria que só se vive escalando. Cume da Tarantulas, Bagé, RS
...e que não se desprendam esses conglomeradinhos
Eu guiando a Tarantúlas, do ladinho do acampamento no final de tarde para ver o pôr de sol. Luxo.
Se não puderes ser o Sol, sê uma estrela.
Não é pelo tamanho que terás êxito ou fracasso...
Mas sê o melhor no que quer que sejas (Neruda)
Um ótimo dois mil e doze para todos!
Observações:
Para quem gostaria de conhecer estes lugares e digitou no Google e veio parar aqui, sugiro que entre no site do Naoki onde irão encontrar informações valiosas e precisas como croqui, como chegar, estradas e mapas. Boa escalada!


Comentários

Anônimo disse…
Alezita!
Que bom receber notícias tuas, já estava ansiosa a olhar teu blog e nada...e nada...até que enfim aparece algumas fotitos. Muito lindas por sinal, te vejo muito feliz, como sempre. E é esse o lugar que estás vivendo ahora?Te deixo um beijo, bonita. Carlos
Anônimo disse…
Minha amiga querida, que lugar mais belo. Beijos Beijos Beijos
Ana
Anônimo disse…
Aconteceu exatamente o previsto...hahaha procurei no google o lugar caçapava e veio teu blog direto mas adorei as fotos e teu texto, nem me importo que não trouxe a informação exata, parabéns, Dionésio
Alessandra disse…
Hola Carlitos, veo que ya estás casi, casi manejando el portugues jajaja Que bueno verte por acá, y a todos Besos y un Feliz Año
guta disse…
Que coisa boa! Um ótimo ano com muita escalada pra nós todos!
Essas Minas do Camaquã, hein... tenho muita vontade de conhecer.
Duda disse…
Lindas fotos Ale!
Parabéns. Descreveste a viagem maravilhosamente bem ;)

Postagens mais visitadas