Ando devagar..porque já tive pressa

Aqui em Pelotas há uma iniciativa interessante da galera que é um grupo que pedala junto. Aos moldes das massas críticas mas me parece que mais com o objetivo de motivar uma vida saudável, esportiva praticando esportes e pedalando por aí em passeios pré-determinados nos dias combinados, terça, quinta e sábado. É o conhecido Pedal Curticeira, idealizado pelo Leandro Karam.
Como a Beta já conhecia o Leandro, sempre surgia a vontade de pedalarmos num desses dias com o grupo, mas nunca calhava de acontecer. Também porque pedalar pelas ruas me assustava um pouco, ou o horário, ou o dia, essas desculpas de sempre.
Então num desses emails recebidos com o trajeto tomei coragem e fui. Achei a quilometragem um pouco alta, estava cheia de coisas pra fazer, mas a vontade de me exercitar era enorme.
Foi engraçado quando o pessoal começou a chegar. Todos homens, enormes, bem equipados (lanternas funcionando, alforges de guidom, camiseta de ciclismo) e eu com minha bicicletinha de bagageiro soldado, lanterna de cabeça e pochete no lugar do alforge, camisetinha de algodão de escalada (mas a bermuda era a da almofadinha na bunda, vá lá). Pernas curtas e sedentarismo, também, é bom dizer.
O Leandro já havia me dito que o treino daquele dia era nível médio, 20km/h,  percurso longo (65km), subidas em terra fofa, MTB mesmo e que era a galera mais preparada. 
Mas fui. Já nos primeiros minutos eles dispararam. Comecei a conversar com o Luciano e imaginei que eu, aquecida, fosse aumentar o ritmo. Até chegar na estrada mesmo, acompanhei com dificuldade. Foi só eles entrarem naquela reta de asfalto eu fiquei pra trás. Um ainda tentou me esperar e me colocar no fluxo de vento do grupo, mas na primeira parada eu vi que atrapalharia por demais, já que o trajeto era cheio de entradas e quebradas na estrada de terra, passar arroio, e que eu me perderia ficando pra trás.
Cheia de coragem e aliviada, eu avisei-os que eu seguiria meu caminho sozinha. Uns não deram bola, outros acho que ficaram aliviados e outros me incentivaram a voltar em outros passeios.
Recuperei meu ritmo (devagar e sempre) e meu pulmão que havia deixado pelo caminho, e segui naquela tarde de sol e caminho lindo. Acho que sou mais, por enquanto pelo menos, cicloturista que ciclista, se é que há essa diferenciação. Eu gosto de passear longas distâncias, ir conhecendo, mas entendo que para isso o preparo é muito importante porque me permitiria otimizar meu tempo, conhecer lugares e acompanhar grupos mais fortes.
Pedalei cerca de 40km, saindo do centro da cidade, pela Duque de Caxias, Rodoviária, BR 116 até a Pedreira do Monte Bonito. Aprendi mais ainda sobre minhas limitações, minha personalidade, que eu não tenho ainda aquela explosão no exercício e que os primeiros km são os mais difíceis, isso tenho que melhorar, ritmo forte ainda é uma dificuldade, mas que aguento passar longas horas em cima de uma bike. E feliz.

Tendo o sol como companheiro

esqueci meu mp3 com minha caixinha supersônica

Barragem Santa Bárbara, Pelotas, RS

parada para a foto

Chegando em casa

Enjambre perfeito
O que vale é pedalar

Comentários

Tom Bike disse…
Muito bem! Corajosa! Pô e os caras te deixaram prá trás? Ô gauchada ein? hehehe

vc está certa com a coisa do ritmo, ir no próprio ritmo, garanto que vc vai mais longe e curte + ;) [ ]s
Gil!=] disse…
O sumido reaparece... rs!

https://picasaweb.google.com/gil.pereiras/
Veja as fotos do perfil que criei para armazenar as fotos das minhas trips.

Depois te escreverei com mais calma, mtas novas acontecendo.

Bju grande!
Anônimo disse…
Oi Alessandra. Só agora que tive a oportunidade de ver teu blog e o teu relato. Me parece que o dia mais apropriado para participares é no sábado, com o grupo light. O Pedal de Quinta e o grupo forte de sábado tem objetivos esportivos. Portanto, rendimento é uma das características que procuramos desenvolver nestas empreitadas. O grupo das terças e sábados (light) vai bem ao encontro do que percebo que procuras... É interessante que se leia com atenção as especificações de cada atividade proposta. E vamos pedalar!!!! :)

Leandro Karam

Postagens mais visitadas