Temperinhos pequenos

Moro numa casa espaçosa e ensolarada pela manhã, e como já havia dito, adoro estar entre a terra, com a mão na massa inventando coisa. E num dia desses sem saco para estudar, comprei várias sementes e pude por em prática a idéia de cultivar alguns temperinhos e até algumas flores para depois levar para a fazenda. Com a ajuda do Bruno, peguei o que tinha em casa, copinhos de plástico, e fiz mini-estufas, ideais para as pequenas sementinhas brotarem. O segundo desafio seria proteger as plantinhas indefesas do Bili e da Roca. No final de semana passado quando viajei os dois derrubaram 8kg de ração que estavam numa caixa em cima da pia da churrasqueira. Isso prova que eles conseguem alcançar e comer qualquer coisa que eles desejarem, por mais impossível que pareça. Então notamos que meu muro tem um desnível justamente no lugar que pega bastante sol. Montei as estufinhas cuidadosamente, identifiquei uma a uma e, pronto. Agora é só regar uma vez por dia, esperar que as mudinhas cresçam e depois transplantá-las mais fortes para um canteirinho. Quem sabe não consigo produzir mudas de chá como nossa amiga talentosa Yuri? Vou esperar as dicas...
canteirinho
com a mão na massa

mini-estufas patrocinadas pela "Gelei" e BK
preparando as sementinhas com terra adubada
Bili, será que não vamos poder colocar as mãos nessas?
todas bem identificadas
lugarzinho bão de sol





(frustrados)

Comentários

Miriam Chaudon disse…
Linda e útil idéia! Coisa boa ir no quintal e colher o temperinho que foi plantado e cuidado com carinho com as próprias mãos!A comida com certeza fica especial...

Postagens mais visitadas