Vidinha que é minha só para o meu consumo

Ando menos empolgada pra escalar.
Mas acredito não ser culpa somente da minha inconstância de humor e vontade, mas também culpa de tudo indo contra. No final de semana em Porto Alegre, tudo acertado com o Moisés, choveu, nos finais de semana subsequentes, também. Mochila pronta pra ir pra Bagé, tudo certo com o Berezito, chove. O namorado não escala, falta parceria e falta motivação. Esse é sempre meu problema, já era em Floripa e agora está mais grave. Eu não tenho parceria fixa de escalada. Isso é horrível, porque não tem aquela pessoa que quando você não está muito afim te liga dizendo: Bóooraaaa. E antes eu costumava ir com qualquer pessoa que me convidasse, mesmo sem conhecer (olha a roubada), e agora depois de passar umas situações bem desagradáveis em uma viagem que fiz, comecei a ver como é importante você ter confiança na sua parceria e ter certeza que ela sabe tanto quanto você ou mais que você, preferencialmente e que não seja irresponsável ou inexperiente em rocha, te colocando em perigo. É a idade trazendo o juízo. Pra não dizer o quanto é importante pra mim que a pessoa tem que estar ali na mesma energia, curtindo, sem gritarias, se divertindo mesmo. Eu não escalo grande coisa, mas adoro escalar. Então o que quero são momentos únicos de contato com a rocha, autoconhecimento e superação física e mental além de usufruir lindas amizades que compartilham da mesma paixão. Parece poético, mas eu acredito ser um desejo bem simples e possível.

Mas o final de semana foi igualmente lúdico e de coisas boas, eu adorei.
Depois de bailar um forrozin na sexta e acordar com a cabeça que era um melão no sábado, e ainda com o tempo chuvoso (nada de rocha outra vez!) decidimos pegar as mochilas, os cachorros e ir pra minha fazenda que fica a 200km em direção ao Uruguai passando a Reserva Ecológica do Taim. Que me perdoem os vegetarianos, mas aqui é muito difícil não voltar à comer carne (eu ainda alcanço este estágio evolutivo) e a programação foi muito churrasco no galpão, filmes e recorridas no campo.
Eu sempre digo que é preciso treinar o desapego, mas vejo que há coisas de que nunca vamos nos desapegar, estão marcadas no nosso íntimo, na nossa essência por fazerem parte da nossa história. Cada vez que caminho naquele açude ao lado da casa, com os cavalos me seguindo e aquele monte de tarrãs na água, vejo que sempre vou querer aquilo, sempre vou desejar voltar e ter tudo sempre perto, tudo muito meu. Só pro meu consumo.

E hoje começo a semana com esse desejo imenso que ela acabe logo.
Falando sério, preciso de férias, de festas de fim de ano, de respirar, de novas resoluções, de descansar e de dormir até tarde.
Beijos, boa semana e pílulas de bom humor pra amanhã (dormi pouco hoje e tá muito frio!) e olhem a música do Marenco que linda, Luis Marenco é um conhecido cantor de música daqui.


Um rodentiae


De encher os olhos


A exuberância das aves da Reserva


Meu esconderijo

Pra o meu consumo (Luis Marenco)

Têm coisas que tem seu valor


Avaliado em quilates, em cifras e fins

E outras não têm o apreço

Nem pagam o preço que valem pra mim



Tenho uma velha saudade

Que levo comigo por ser companheira

E que aos olhos dos outros

Parecem desgostos por ser tão caseira



Não deixo as coisas que eu gosto

Perdidas aos olhos de quem procurar

Mas olho o mundo na volta

Achando outra coisa que eu possa gostar

Tenho amigos que o tempo

Por ser indelével, jamais separou

E ao mesmo tempo revejo

As marcas de ausência que ele me deixou..



Carrego nas costas meu mundo

E junto umas coisas que me fazem bem

Fazendo da minha janela

Imenso horizonte, como me convém



Daz vozes dos outros eu levo a palavra

Dos sonhos dos outros eu tiro a razão

Dos olhos dos outros eu vejo os meus erros

Das tantas saudades eu guardo a paixão



Sempre que eu quero, revejo meus dias

E as coisas que eu posso, eu mudo ou arrumo

Mas deixo bem quietas as boas lembranças


Vidinha que é minha, só pra o meu consumo...

 
 

Comentários

Parofes disse…
Mais importante do que escalar sem se preocupar com grau é confiar no parceiro (a), curtir a escalada ao máximo. Não é pouco que fica em jogo na rocha assim como na montanha e na alta montanha.
Águas de lado (ou de cima para baixo), vc soube curtir como deu passando por esta reserva (diga-se de passagem, nunca ouvi falar e adorei as fotos mesmo sem montanhas kkkkk). É isso aí, paciência é uma virtude...rs
bjão!
Renato disse…
Essa chuvarada toda está desamimando todo mundo, eu também estou em uma maré de tédio enorme, não consigo mais escalar! ou porque chove ou porque tenho compromissos nos finais de semana...nem treinar em casa consigo mais, pois meu murinho de escalada não é coberto e tá chovendo toda noite...o lance é não desanimar que uma hora a chuva para.
Bjs

Renato
Roger disse…
O fim de semana foi de H2o pra todo mundo, a depre bate mesmo quando passa do domingo sem estar na pedra. o lance foi ficar no slack.
Esse de desanimar no climbing não existe viu? Se escalar estiver na tua alma como sempre esteve na minha, isso vai passar. Te garanto.
Tocar pra cima é o que importa.
Boas cadenas pra você e vibe mór que tudo melhora.
Anônimo disse…
Se vc quizer divulgar no blog, este site tem bons filmes de escalada para download:

http://sites.google.com/site/climbmovies/
Alessandra disse…
Poxa,obrigada meninos. Tenho que me fixar no keep climbing and move on!! Ah, seu anônimo, brigada pelo site de filmes. Muito pertinente nesses dias de chuva, vou dar uma olhada :) Bjao galera, brigada pela força
manuel1780 disse…
hola preciosa, muy buenas, venga animate que yo ya yebo dos meses sin poder tocar la roca y estoy que me subo por las pardes de mi casa, pero es lo que hay, primero recuperarse bien para asi poder disfrutar al 100% en fin encanta, que vaya todo muy bien, y desde españa ya sabes que te mando miles de bosesooo,, muaaaaaaaaaaaaa
cecilia disse…
Aiii amigaaaa, temos o mesmo "trauma" kkkk, mas não desanima não! Ensina o gatoso a escalar e leva ele junto! Saudades!!!

PS: Que refugio lindo! Quero conhecer!!!

Beijos!
;(Gil disse…
Instigue o boyfriend a dar seus primeiros passos no mundo da escalada. Certamente, sua relação irá se fortalecer ainda mais. A confiança no segue se extende a td o mais relacionado a vcs dois.

Seja feliz... ;)

Bj!

Postagens mais visitadas