Resumo da semana e sussurros de sentimentos e de sabedorias

Nobody says it was easy....(me corrijam se a música estiver errada)
Com certeza está tudo melhor do que eu imaginava que seria, nesta minha nova fase, nova casa e tudo mais....Mas nem por isso é fácil não é mesmo? Novas perspectivas e o medo de não dar certo, a insegurança do tentar, a saudade dos meus...But It will be okay :)


Parece simples, não? A parte do work hard talvez seja a mais difícil, mas to be nice, always, its hard too. Principalmente no trânsito. Eu tenho sido má, muito má. Capitão Gancho se surpreenderia comigo. Falando sério, tenho pensado na simplicidade das coisas. Trabalhar duro e ser uma boa pessoa, eis o segredo da felicidade. Ou não?

Semana de notícias ruins, eu emotiva pra caramba, na fase de chorar vendo a propaganda da pedigree (mas é de cortar o coração mesmo os cãezinhos abandonados). Por isso achei tão linda esta foto e penso que é o amor é uma coisa muito boa mesmo, tão bom estar apaixonada e de bem com a vida, é algo que preenche, ilumina. Tão bom estar com aquele coração aberto e generoso também para todo mundo que está ao seu redor, mesmo no trânsito, mesmo quando você está com gripe e quer ficar sozinha. Então, mais amor por favor, sempre.

Foi a frase mais sábia que eu já li toda a semana. Deixar passar. Mudar a página. Isto é viver eu acho. Seguir em frente. Move on. Não é maravilhoso termos esta chance? De ter a oportunidade maravilhosa de começar tudo outra vez, do jeitinho que queremos, tudo novinho em folha? Dá medo? Dá. Mas espero que ele não me paralise e nem me deixe entristecer..



Garimpei carinhosamente do orkut do escalador Bernardo Collares, porque a frase "eu me sinto a pessoa mais feliz do mundo" me remete instantaneamente para as montanhas, para uma rocha, uma sapatilha, cordas e tudo mais. Adorei.

E esta eu garimpei do orkut do Davi Marski (que é que eu vou fazer se aparece nas atualizações?) e a foto é do Fred Campos. Eu tive que copiar porque a imagem transmite uma paz e uma inquietude de quem quer viajar, de quem quer sair do lugar sempre, sinto falta disso, a vida normal entedia, mas é necessária por tempos....
Mas viajar e escalar é preciso...sempre.
Sem muito o que dizer, esta semana foi complicada.
Estou muito feliz também porque hoje estou acabando de arrumar minha biblioteca! Sim, meu humilde novo apartamento cor uva-goiaba tem tudo o que eu sempre sonhei, inclusive uma humilde e linda biblioteca. Eu e minhas irmãs herdamos de meu pai um acervo maravilhoso de livros antigos, em português, espanhol, inglês e alemão. São livros de história Argentina, e Uruguaia, muito do Rio Grande do Sul, cavalos, e autobiografias maravilhosas, além de Filosofia (muitos), Psicologia e outras preciosidades. Minha irmã Ticia tem como os preferidos as biografias de Alexandre Magno e Maquiavel (esse ela adora). A Márcia é mais contemporânea, ela nunca leria "As Cruzadas Pelos Árabes" ou "História da Guerra do Paraguai".
Meu pai era fantástico, ele e minha mãe são as pessoas que mais amo e admiro na vida. Ele era doce e ao mesmo tempo firme, sabia sobre todas as coisas do mundo, com uma sabedoria de quem muito viveu aprendendo o melhor e esquecendo o pior. Costumava citar que as pessoas sábias falam de idéias e as tolas é que falam sobre pessoas e quando você queria defender algum ponto ele lhe perguntava: Você sabe o que é um sofisma"? E explicava, que sofismas são mentiras travestidas de verdades...e assim provava com esta delicadeza que sua idéia estava errada...
Eu acho que nunca tinha escrito sobre meu pai, hoje estes livros aqui, sussurrando sua sabedoria, me trazem seu espírito livre e sábio para perto de mim, agora pra sempre, na minha biblioteca.
(E espero que esta seleção de doutorado e que minha TPM passe logo para eu poder parar finalmente de chorar por qualquer coisa)
(Y que venga el fin de semana sin lluvia, please, a escalar!!!!!!)

Comentários

Postagens mais visitadas