BE NICE



Como alguém pode ser forte e por vezes tão sensível, ser tão alegre pra em seguida cair em prantos...
Falava com o Luciano hoje da violência gratuita de algumas pessoas, que ele estava a me contar um causo, e pensei depois com alguns ocorridos de que na maioria das vezes não nos colocamos no lugar do outro antes de ferir, magoar. Sabe-se lá que momento da vida a pessoa tá vivendo, se não tá precisando de apoio, carinho, ajuda...nossa, eu não sou nenhuma Madre Tereza de Calcutá, mas vejo que me preocupo com as pessoas. Com todas. Sem distinção. Aliás, posso dizer que me preocupo com O todo, com as pessoas, com os animais, e não é demagogia não, juro que me preocupo. Com minhas atitudes, me preocupo em tratar bem no dia-a-dia pessoas do meu convívio, sorrir, ser gentil e educada, tento não comer carne, separar o lixo, não resisto a ajudar a quem precisa. Isso eu faço. E preciso desabafar aqui que estou cansada de ver pessoas mal humoradas. Mal resolvidas ou mal educadas. Pessoas egoístas, te tratando mal gratuitamente. Ou tratando os outros de forma desigual, ai, isso me deixa doente. Discutindo. Se preocupando com coisas que realmente não deveriam ter importância. Ai, acho que não posso viver em grupo nem em sociedade. Nem nesse planeta talvez. Meu coração não aguenta. Talvez este post pareça bobo e sem propósito, mas como o objetivo do meu blog é eu falar o que eu quiser pra quem quer ouvir, eu estou falando o que sinto e que isso possa servir de inspiração pra alguém. Ou não. Be nice. Sejam felizes e agradáveis com as outras pessoas. Sejam queridos. Amáveis. Não custa nada e pode fazer uma ENORME diferença no fim do dia de alguém. E faz, pode ter certeza. Um sorrisinho e estamos combinados.
P.S1: A maravilhosa tela é de Luciano Martins
P.S.2: Todo esse chororó foi decorrente de uma reunião de condomínio aqui no meu prédio.Foi mesmo.E não duvide que eu sofri pra caramba. Mas vou me acostumar. Sou até do conselho fiscal agora, grande progresso pro meu isolamento social. E foi maravilhoso depois ter minha mãe depois pra conversar e desabafar, que eu não tinha isso há dez anos. Ah, sim, sou mimada mesmo rsrsr. :)

Comentários

Yuri disse…
Ai, mulher... te entendo perfeitamente. Bendito condomínio, viu...
Mas seja forte porque tudo tem fases, e as de sossego também chegam!
Beijão!!!
Ciça disse…
Alê seu blog tá lindo!
luciano disse…
Oi Alessandra, tudo bem?
Parabéns pelo Blog, obrigado pela citação ao meu trabalho. Tem um texto de Fernando Pessoa que gosto bastante, e que pode ser um bom incentivo para vc e suas reuniões de condomínios... Bj e sucesso!
L.M

"Posso ter defeitos, viver ansioso e ficar irritado algumas vezes, mas não esqueço que a minha vida é a maior empresa do mundo. E que posso evitar que ela vá à falência. Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver, apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta. Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo..."
Fernando pessoa

Postagens mais visitadas