Engolindo o choro

Pois é gente, estou há alguns dias sem escrever nada. Eu estava me reinventando. Fora de brincadeira eu mudei de casa, mudei de vida, pelo menos por enquanto. Eu estava triste, feliz, com medo, assustada, engolindo o choro, me reorganizando. E sem internet também, inclusive. Explicando é que estou no Rio Grande do Sul, agora, vou ficar um tempo sem morar na ilha, me dedicando a alguns projetos pessoais, interpessoais e disciplinares (rsr). E vivi um monte de coisas, eu tinha decidido sair da ilha em janeiro e estou mudando só agora, então posso te dizer que me enfiei inteira na jaca, não foi nem só o pé, nesses últimos meses de ilha. E as últimas semanas foram as de despedida, e trago para vocês pequenas historinhas que resumem bem a finalera de tudo, o que eu estava sentindo, as pessoas, os amigos queridos. Não foi nada melancólico, nada triste, foi divertido pra caramba. Quando eu cruzei a ponte, aí sim, foram 9h de choradeira e DR total. Comigo mesma,sozinha. Agora sei porque os homens não gostam de discutir a relação.Um saco. Foi triste nos primeiros dias sim, aquele medo do desconhecido, começar tudo outra vez, mas isso é outra história que depois eu conto, dos meus primeiros dias aqui. Mas agora short histories da minha ilha, dos meus dias. Tá lá. Té mais.

Ah, o condomínio...As festinhas na casinha amarela da cova ficarão sempre na memória!E sempre a gritona que eu mais amo, e a cada dia mais (saudades amiga, o que é teu tá guardado, caartaaas hehehe) o Lelo (meu primeiro vizinho!!!!!!Parceiro de surf cedo!) E minha irmã, a qual passei o título de tirolesa, mais conhecida nesses carnavais por SIAMESAAAA!!

A família.Sim, eu quebrei os dois pés.

Foram muitas despedidas...Ficou mais difícil ir embora! Ale, Ale 1(hehe) e a Thá, irmãs mesmo!

Olha o que a Ale aprontou, festa surpresa, corações e um bando de doidas (faltou o resto da galera, amei gente, obrigada!)

Esta sou eu, saindo para fazer o que mais gosto: ir surfar no Matadeiro!!!!A saidera!!!

Depois da Open Winds, comecei a dar minhas escaladinhas na Academia Maximus, do Ricardo. Grande amigo, grande parceria, junto com o João Amorim, com o Tainy, com o Leco, Ervilha e toda essa galera do bem, pude curtir escaladas memoráveis e disfrutar da melhor parceria do mundo, valeu, galera, adoro vocês! E já pedi para o João parar de me torturar com as mensagens no celular todo sábado de manhã(sim, eles sempre conseguiam acordar no sabado de manha CEDOO): "Morro da cruz, 8hs?" kkkkk





Foram incontáveis vezes passando por essa pontezinha que liga a Praia da Armação ao Matadeiro...eu insistia em dar uma conferida mesmo quando o vento nem era de sul e possivelmente nem tinha onda no pico..mas eu adoro, amo muito esse lugar e foram muitos dias, muitos, muitos, que cruzei essa ponte pra curtir a tranquilidade maravilhosa desse mar. Essa fun ficou na ilha por enquanto, ela quis ficar aprendendo a surfar com o Jean, no Matadeiro inclusive, onde é o lugar dela. Me esperando, claro, rsrsr.Té mais querida.



Reconheceu essa pedra?Eu reconheceria de olhos fechados, no escuro e andando de costas. Trilha do Matadeiro.

ZZZZZZZZZZ

Hahaha, essa não podia faltar!Quem já foi na Cova funda, minha rua, sabe! É o referencial, o ponto básico "passa a escolinha, quebra as ixquerrda depois do quebra mola, segue toda vida, passando o grafite, até as casinhas coloridas, não tem?" Aí, chegou na Cova, só alegria!!!



Esse dia com certeza vai ficar na história...Todo dia era dia de surf (pra me despedir, ué) e nesse dia, eu e a Ale levamos nossa irmãzinha Lívia, e foi um dia memorável, ondas maravilhosas, no final pegamos várias, tinha muita gente na água e poucas meninas, e estávamos nos achando (eu, especificamente) até brigando com os locais (kkk), que no final nos deram a maior força, dicas etc.

E desse dia maravilhoso, tiramos essa foto linda, é a nossa sombra na pontezinha da trilha entre a Armação e Matadeiro. Estava um sol lindo, tudo perfeito! Valeu, lindas, amo vocês! Saudades!


É meu este lugar, tá lá guardado, inclusive

O pulguento, ou Gerry Lopez, o cão surfista

A dupla dinâmica! Pinky e Cérebro.Quem é um quem é outro (estão divididas as opiniões) Te amoo sua monstra! E pode deixar que nós vamos dominar o mundooo

Leco, o que falar dessa figura. Um irmão que ganhei na escalada, aquele amigo que você quer ter sempre a teu lado, que é seu amigo para viajar pra escalar, pra passar o carnaval com o pé quebrado e ver filme ainda depois, comer pizza depois do treino, conversar e conversar, rir, e não é que ele fez o melhor churrasco do mundo na minha última festinha de despedida?

Só no sapatinho! Nesse dia eu fui promovida de profissional do ovo para esse troço aí.Ah, eu cantei também ué. Amei, guris, feras, valeu!

Ó a felicidade!!!Foi uma festa muito massa, uma parceria incrível, adorei!

Comentários

gibara disse…
E aí, mulher? Que história é essa de mudar, tá indo pra onde agora?

Já não basta eu ter me mudado pra Minas... hehehehe.

E esses pés aí? Meu braço tá quase 100% já. Mês que vem, enfim, eu volto a escalar.

beijão.
Eduardo disse…
Fala Alê ! Fugiu, mas volte logo ok ? Você foi pro sul e o Tainy bem pro norte hehe. Assim não dá, a galera se dispesando. bjos e mantenha contato
Eduardo "ervilha"
Parofes disse…
Boa sorte pra você na nova empreitada, e que tudo dê certo no sul chê!
Bjão

Postagens mais visitadas