Alfredo Wagner, Setor Glamour de un Sin Noción, SC

João e seus brinquedinhos novos na cintura
Tamanho da fonte Gororoba chique

Almoço na favela 1. Ajuda para fazer o miojo(essa foi boa!)E eu disse que sabia cozinhar haha

Gisele Bündchem do avesso (ah mas ficou bonitinha haha)

Lugar lindo

José se divertindo

Foguinho de chão.Salvou minhas roupas molhadas (claro que entrou água na minha barraca)

Tamanho da fonte Pra que sofrer, não é mesmo?

Hora do rango

Crianças brincando de casinha. Nada mais pra fazer na hora da chuva, derretemos todo o chocolate, colocamos maçã, sucrilhos etc etc...foundue no glamour


Eu não estou escalando nada ainda. Isso enche o saco. Mas fui mesmo assim passar um final de semana no pico de escalada de Alfredo Wagner. Tinha a esperança de conseguir escalar normalmente e ainda tentar algumas vias diferentes, mas que nada. No primeiro dia choveu quando eu estava colocando a sapatilha pra fazer uma via em top hope mesmo, já que a maioria das vias fáceis são em móvel. Aí subi a via depois pra desequipar, mas tive que praticamente subir na corda, já que as agarras de pé estavam molhadíssimas com o musgo e a saída foi ir no braço mesmo. No segundo dia tentei uma via linda de 6sup mas a saída era meio estranha e eu escutei um cleckkk que era o(s) meu(s) pé(s). Me achei um pouco irresponsável e decidi parar por aí minhas investidas pra não ficar aleijada de vez e nem conseguir voltar caminhando. Pensei em fazer as vias fáceis, as 2 de 5° grau com proteção em móvel contanto que alguma boa alma colocasse top hope pra mim. Não rolou por causa da hora adiantada. Enfim, um saco. Mas o que não teve de escalada teve de boas amizades, boas caminhadas, lugar maravilhoso, comidinha da boa e guloseimas de acamps que é tudo de bom.

Fazia exatamente um ano que eu tinha estado nesse mesmo lugar com a mesma galera na Abertura da Temporada de Escalada de SC. Alfredo Wagner fica a uns bons km de Floripa (ah, não lembro ué. Uma hora mais uma estrada interminável de terra difícil de dirigir) e este setor foi aberto pelo João Cassol de Floripa, pela Andréa e pelo Sem Noção (Francisco). Fica na propriedade do João, portanto para ir escalar lá se fala com o proprietário para autorização e betas. É um pico muito bonito, uma grande fazenda de pinus com escaladas mista entre proteções fixas e móvel. Vias bem protegidas de 5°até 8° grau se não me engano, uma boa base de vias com espaço para montar boas "favelas" regadas a miojo, foundue de chocolate com sucrilhos e maçã (sim, fizemos isso enquanto a chuva não parava). Fomos eu, João, José, Manoel (Tainy) e a Maíra. Foi um final de semana de muitas risadas, amizade boa mesmo, dormir em barraca, ver aquele pôr do sol maravilhoso, tomar banho de água mineral, ver os meninos escalarem em móvel que adoro e visitar aquele lugar lindo e maravilhoso. Valeu, com certeza.

Comentários

Parofes disse…
Tá loka?
Deixa o pé sarar direito kkkkkkkkkk
Senão fica toda torta ahahahaha
Té +!
bjs
viá disse…
ééé segura a onda ou vai ficar toda torta mesmo rs.
beijo!
Que vontade q fiquei de escalar no legramour (rsrsr)...
realemte o pico eh irado, escaladas de qualidade e altos visuaisssssss...ah e os amigosssssss...
bj
Dani
Alessandra disse…
Dáaaa-lheeeee fisioterapia.Aff ansiedade viu.Valeu,Dani,saudades.

Postagens mais visitadas