É fantástico (blim)

Depois de tanto blá-blá-blá e até Vídeo no Fantástico!!! (thanks Lord que eu não tenho televisão, não mesmo!!!) ficou pra mim uma impressão muito triste de tudo que está acontecendo, a respeito do tão comentado acidente no Aconcágua, em que um grupo está sendo acusado de abandonar o guia argentino Campanini. Já não bastam essas listas de discussão de escalada um xingando o outro, ainda todo mundo acusando todo mundo agora, um mais expert no assunto que o outro, aff, onde vamos parar? Sei que não deve ser só na escalada, mas não deixa de ser lamentável a maneira como tratamos uns aos outros. Pouca generosidade, nada de humildade, respeito e amor ao próximo. Pra mim, sempre é bom escutar as duas partes, não pra decidir de que lado está necessariamente, mas para aprender com os dois lados ou para simplesmente ter a generosidade de ouvir...de mente e coração abertos. Entender, ainda que difícil que as pessoas pensam diferente, agem diferente, por suas histórias de vida e pelo momento. Espero aprender isso pelo menos.... Então abaixo pedaços de um texto precioso (para ler o texto na íntegra clique aqui) de um site really nice mas que nem vem isso ao caso agora, é o Aconcaguanow (aquele que traz imagens do Aconcágua em tempo real), esse texto traz palavras para uma boa reflexão. E só. Sem comentar, sem julgar (Difícil,não?).
"...En un momento no se pudo más, un metro para arriba y dos para abajo, cuando no quedan más fuerzas, no quedan más fuerzas, cuando no queda energía, no hay más energía y hay que pensar que todabía había quesubir hasta la cumbre y después bajar, posiblemente 10 horas más de esfuerzo, para sobrevivir pero ahoraya los rescatistas... Ningún compañero de montaña quiere dejar a otro compañero morir, pero cuando nose puede más, no se puede más... Alguien ha dicho que a Campanini lo trataron "como a un perro", ensituaciones límites se hace todo lo posible en el tiempo que se tiene, si hace falta arratrar a alguiencon una soga, se lo hace, si no hay camilla, se improviza, si una persona se está ahogando en el mar yen estado de pánico o descontrol se la nokea y se lo intenta salvar...
Foto: Dálio Zippin Neto

Comentários

Anônimo disse…
Sugiro a leitura deste artigo:

http://www.altamontanha.com/colunas.asp?NewsID=1057
Alessandra disse…
Muito bom o artigo do Hilton Benke, foi muito ilustrativo para mim, sugiro a todos a leitura! Obrigada Anônimo, apareça sempre (rsrsr)

Postagens mais visitadas