Viaduto CIC Florianópolis de (ex) escalada urbana

Brian, escalador de Córdoba e guia de montanha de Chaltén, maravilhado com a opção de escalada urbana, João Cassol (Capitão Malagueta) e Francisco (Sem Noção) aquecendo antes de explorar as agarras do viaduto do CIC

"Criador e criatura", o Sem Noção era o que mais se divertia e o que mais mandava os boulders de dificuldade alta que inventava...valeu, Francisco!!


É com uma imensa tristeza que repasso a notícia. A Prefeitura Municipal de Florianópolis destruiu um trabalho lindíssimo e inovador do Sem Noção (Francisco), grande figura escaladora aqui de Floripa que agora está em Campinas, e também com esforço do resto da galera (João, Elton). Eu acompanhei um pouco a boa vontade deles, de ficar lá colando agarra, segurando, lixando, comprando cola, catando pedra. De passar MESES idealizando aquele projeto, um lugar para os dias de chuva, algo diferente, forte, com boulders difíceis e totalmente negativos...Acho que pode ter sido nossa culpa também, talvez se a gente marcasse presença, continuasse o trabalho do Sem Noção, fizesse daquele lugar um lugar realmente de treino e prática... se a nossa Associação fosse mais unida e presente...se a galera se puxasse mesmo, treinasse junta, escalasse mais...sei lá, quem sou eu pra dizer algo, mas fiquei muito, muito triste. Que fique aí uma lição, primeiro foi a Pedreira, o famoso Parque de Aventuras ou Pedreira do Abraão que simplesmente escorreu, sumiu, puro descaso da Prefeitura e falta de articulação nossa. O lugar está abandonado, um campo escola maravilhoso que tinha ILUMINAÇÃO pra treinar a noite!!Lembro eu e o Sem Noção escalando até as 4 da manhã!!!Imagina o luxo! Tudo se foi...agora o viaduto, a OPEN WINDS!!! (murinho de treino na frente da lagoa da conceição, onde a galera se reunia semanalmente pra treinar, combinar as escaladas do findi e ainda tomar o famoso açaí do ponto do guaraná). Quando vejo figuras ilustres como o Dubois falando de nossa escalada em SC, ou ainda escaladores de Curitiba criticando tudo por aqui me dá raiva e tal, mas nessas horas vejo que temos que melhorar em algo, não sei no quê exatamente. Eu não sou nem um pouco articulada ou participativa, mas fica aí meu post e blog para discussões e sugestões. VAleu, galera, e keep on climbing ALWAYS. Diversão e arte.

Comentários

Anônimo disse…
Realmente um grande perda!!!
Dani
Eliza disse…
Cada vez mais difícil escalar, cada vez mais proibições a pratica do esporte, seja em parques, seja escalada urbana. Em florianópolis, tivemos o fechamento do Parque de Aventuras na Atual Gestão e agora as agarras do viaduto do CIC foram arrancadas.... Qual seria a justificativa dos órgãos? Depredamos patrimônio publico? Será que o peso dos escaladores no viaduto seria suficiente para colocar em risco a estrutura da obra? Ou causaria algum tipo de transtorno? Transtorno e depredações que “não” acontecem quando excelentíssimo prefeito fecha a Beira Mar pra Folia fora de época, entre outros eventos, enfim inúmeras comemorações que causam transtornos, mas fazem divulgar o turismo na cidade, turismo este que aos olhos, melhor ao bolso do prefeito não causa nenhum tipo de impacto.
Por isso é mais vantagem parar de investir em um parque de aventuras, por isso proibir a escalada urbana, afinal o que isso teria a contribuir com os cofres da prefeitura?
Como disse um amigo meu, só falta impedir o acesso ao Morro da Cruz e a Barra da Lagoa.
Parabéns Alessandra pela nota, está super certa em divulgar o acontecido. Beijo
Cris disse…
realmente esse Boulder do CiC era o máximo, acredito que 8B para 8C por ser mesmo negativo, e eu tive a oportunidade de treinar ali bastante enquanto morei na Ilha..
Hoje estava conversando e comentei sobre como seria bom criar um movimento pela utilização dessas pontas de viaduto, sempre esquecidas e não utilizadas e citei esse exemplo sem saber de quem era a autoria do Boulder, obrigado professora pela matéria que mesmo sendo de 2008,permanece atual.

Postagens mais visitadas